Desaparecimento de Abelhas: Mistério Que Pode Matar Mais de 1 Milhão de PessoasApiários Lambertucci

1505-2018

Desaparecimento de Abelhas: Mistério Que Pode Matar Mais de 1 Milhão de Pessoas

desaparecimento-de-abelhas

O que você acha disso?

A cada ano que passa o desaparecimento de abelhas tem se tornado algo recorrente, apiários já perderam colmeias inteiras e no mundo todo nossas polinizadoras sofreram uma baixa de forma drástica. A pergunta que fica é, onde vamos parar? Fazemos bem em nos preocupar pois a situação é realmente grave, o declínio de polinizadores pode adicionar mundialmente aproximadamente 1,4 milhões de mortes por ano. Acompanhe a seguir como isso é possível e como podemos contribuir para reverter esse cenário.

Como o desaparecimento de abelhas pode matar? Entenda

 

 

Como a extinção das abelhas pode afetar a nossa vida? Elas sem dúvidas são essenciais para a existência da humanidade, isso porque graças ao processo de polinização feito por elas nós temos à mesa a maioria dos nossos alimentos, na falta deles, sofreríamos consequências sérias. Por exemplo, a diminuição de vitamina A e ácido fólico que são indispensáveis para mulheres grávidas e crianças, aumento de doenças cardíacas, acidente vascular e alguns tipos de câncer.

As deficiências de certas vitaminas como a Vitamina A e o ácido fólico podem causar cegueira e malformações do sistema nervoso. Segundo estudos, cerca de 173 milhões de pessoas se tornariam deficientes, sem dúvidas é um número assustador não é verdade?

Se o serviço de polinização acabasse completamente, seriam reduzidos os estoques globais de frutas em 22,9%, legumes em 16,3% e nozes e sementes em 22,9%, claro que isso poderia mudar de um país para o outro mas, em todos os casos as quantidades seriam escassas e alguns alimentos poderiam até mesmo desparecer para sempre.

Um outro estudo traz atenção a mais um fator preocupante que também seria resultado do desaparecimento de abelhas, ocorrerá uma redução no teor de zinco relacionadas ao aumento nas concentrações de C02 na atmosfera, e em resultado 138 milhões de pessoas serão expostas ao risco de deficiências como o nanismo, problemas imunológicos e mortes prematuras.

Estima-se que tais acontecimentos se tornariam realidade mundialmente até o ano de 2050. Sem contar que também haveriam mudanças climáticas e um retrocesso em relação a todos os avanços feitos em matéria de saúde realizados nos últimos anos.

desparecimento de abelhas é preocupante e merece nossa atenção, porém, é triste ver que muitos ainda não tem conhecimento do sumiço de polinizadores ou não acham tão importante, mas, cabe a nós a responsabilidade de reverter esse quadro através da informação. Sendo assim, saiba a seguir porque as abelhas estão morrendo e extintas e como poderá ajudar a protege-las.

Porque as Abelhas Estão Desaparecendo?

 

 

O maravilhoso serviço biológico da polinização está em risco com o desparecimento de abelhas , tudo por conta de um fenômeno que foi batizado como ” desordem do colapso das colônias”. Para que tenha uma ideia de 1940 até hoje, o número de abelhas vem diminuindo de forma drástica, o país mais afetado pelo problema foi os Estados Unidos sendo reduzido pela metade.

Estudiosos que investigam o desparecimento de abelhas acreditam em duas principais e possíveis causas do problema: a disseminação do uso de pesticidas que enfraquecem as colônias, e também a ação de parasitas como o varroa, ácaro que ataca o organismo do animal, e o Acarapis woodi que afeta o sistema respiratório.

As abelhas também estão perdendo o seu habitat visto que florestas e jardins estão dando lugar a grande construções e plantações de única cultura, e a espécie precisa de uma alimentação variada para sobreviver.

Outro fator que colabora com o desparecimento das abelhas é o aumento das mudanças climáticas causadas pelo homem devido a emissão de gases do efeito estufa. As estações menos definidas, elevações e quedas bruscas de temperatura e umidade, bagunçam o ciclo de florescimento das flores que as abelhas são dependentes.

Como pode observar, não existe apenas uma única razão e sim a soma de muitas causas que acabaram por construir esse cenário cruel para as nossas valiosas abelhas.

O grande problema está na falta de visibilidade que as campanhas de proteção as abelhas sofrem se comparado a atenção que recebem os ursos-polares, elefantes africanos e outros. Mas porque isso acontece? Por conta da forma como a nossa empatia funciona, é mais fácil demonstrar preocupação com animais que nos sentimos mais próximos e nos identificamos, mamíferos grandes que vivem em grupos e interagem socialmente, porém, o que devíamos fazer é olhar mais atentamente para as abelhas.

As abelhas realizam um trabalho duro para alimentar as suas crias, se organizam em colônias, e se preocupam com a higiene e segurança de suas casas, sem dúvidas nós nos identificamos com todos esses elementos. Além dessas características não devemos nos esquecer jamais que elas são fundamentais para a nossa existência e da maioria dos alimentos.

Vimos nesse artigo que o desparecimento das abelhas não é brincadeira, mas a maioria das pessoas ainda só lembra desses animaizinhos por conta do seu mel, zumbido ou ferroada, mas temos a certeza de que após ler esse artigo isso mudará, e é por essa razão que pedimos a sua ajuda para espalhar a importância da preservação das abelhas compartilhando essas informações com seus amigos, lembre-se a mudança começa de nós mesmos, faça a diferença!

Para mais informações visite o site Sem Abelha Sem Alimento e saiba como colaborar com a preservação das abelhas.