Você Sabia? Archives | Apiários LambertucciApiários Lambertucci

1505-2018

desaparecimento-de-abelhas

O que você acha disso?

A cada ano que passa o desaparecimento de abelhas tem se tornado algo recorrente, apiários já perderam colmeias inteiras e no mundo todo nossas polinizadoras sofreram uma baixa de forma drástica. A pergunta que fica é, onde vamos parar? Fazemos bem em nos preocupar pois a situação é realmente grave, o declínio de polinizadores pode adicionar mundialmente aproximadamente 1,4 milhões de mortes por ano. Acompanhe a seguir como isso é possível e como podemos contribuir para reverter esse cenário.

Como o desaparecimento de abelhas pode matar? Entenda

 

 

Como a extinção das abelhas pode afetar a nossa vida? Elas sem dúvidas são essenciais para a existência da humanidade, isso porque graças ao processo de polinização feito por elas nós temos à mesa a maioria dos nossos alimentos, na falta deles, sofreríamos consequências sérias. Por exemplo, a diminuição de vitamina A e ácido fólico que são indispensáveis para mulheres grávidas e crianças, aumento de doenças cardíacas, acidente vascular e alguns tipos de câncer.

As deficiências de certas vitaminas como a Vitamina A e o ácido fólico podem causar cegueira e malformações do sistema nervoso. Segundo estudos, cerca de 173 milhões de pessoas se tornariam deficientes, sem dúvidas é um número assustador não é verdade?

Se o serviço de polinização acabasse completamente, seriam reduzidos os estoques globais de frutas em 22,9%, legumes em 16,3% e nozes e sementes em 22,9%, claro que isso poderia mudar de um país para o outro mas, em todos os casos as quantidades seriam escassas e alguns alimentos poderiam até mesmo desparecer para sempre.

Um outro estudo traz atenção a mais um fator preocupante que também seria resultado do desaparecimento de abelhas, ocorrerá uma redução no teor de zinco relacionadas ao aumento nas concentrações de C02 na atmosfera, e em resultado 138 milhões de pessoas serão expostas ao risco de deficiências como o nanismo, problemas imunológicos e mortes prematuras.

Estima-se que tais acontecimentos se tornariam realidade mundialmente até o ano de 2050. Sem contar que também haveriam mudanças climáticas e um retrocesso em relação a todos os avanços feitos em matéria de saúde realizados nos últimos anos.

desparecimento de abelhas é preocupante e merece nossa atenção, porém, é triste ver que muitos ainda não tem conhecimento do sumiço de polinizadores ou não acham tão importante, mas, cabe a nós a responsabilidade de reverter esse quadro através da informação. Sendo assim, saiba a seguir porque as abelhas estão morrendo e extintas e como poderá ajudar a protege-las.

Porque as Abelhas Estão Desaparecendo?

 

 

O maravilhoso serviço biológico da polinização está em risco com o desparecimento de abelhas , tudo por conta de um fenômeno que foi batizado como ” desordem do colapso das colônias”. Para que tenha uma ideia de 1940 até hoje, o número de abelhas vem diminuindo de forma drástica, o país mais afetado pelo problema foi os Estados Unidos sendo reduzido pela metade.

Estudiosos que investigam o desparecimento de abelhas acreditam em duas principais e possíveis causas do problema: a disseminação do uso de pesticidas que enfraquecem as colônias, e também a ação de parasitas como o varroa, ácaro que ataca o organismo do animal, e o Acarapis woodi que afeta o sistema respiratório.

As abelhas também estão perdendo o seu habitat visto que florestas e jardins estão dando lugar a grande construções e plantações de única cultura, e a espécie precisa de uma alimentação variada para sobreviver.

Outro fator que colabora com o desparecimento das abelhas é o aumento das mudanças climáticas causadas pelo homem devido a emissão de gases do efeito estufa. As estações menos definidas, elevações e quedas bruscas de temperatura e umidade, bagunçam o ciclo de florescimento das flores que as abelhas são dependentes.

Como pode observar, não existe apenas uma única razão e sim a soma de muitas causas que acabaram por construir esse cenário cruel para as nossas valiosas abelhas.

O grande problema está na falta de visibilidade que as campanhas de proteção as abelhas sofrem se comparado a atenção que recebem os ursos-polares, elefantes africanos e outros. Mas porque isso acontece? Por conta da forma como a nossa empatia funciona, é mais fácil demonstrar preocupação com animais que nos sentimos mais próximos e nos identificamos, mamíferos grandes que vivem em grupos e interagem socialmente, porém, o que devíamos fazer é olhar mais atentamente para as abelhas.

As abelhas realizam um trabalho duro para alimentar as suas crias, se organizam em colônias, e se preocupam com a higiene e segurança de suas casas, sem dúvidas nós nos identificamos com todos esses elementos. Além dessas características não devemos nos esquecer jamais que elas são fundamentais para a nossa existência e da maioria dos alimentos.

Vimos nesse artigo que o desparecimento das abelhas não é brincadeira, mas a maioria das pessoas ainda só lembra desses animaizinhos por conta do seu mel, zumbido ou ferroada, mas temos a certeza de que após ler esse artigo isso mudará, e é por essa razão que pedimos a sua ajuda para espalhar a importância da preservação das abelhas compartilhando essas informações com seus amigos, lembre-se a mudança começa de nós mesmos, faça a diferença!

Para mais informações visite o site Sem Abelha Sem Alimento e saiba como colaborar com a preservação das abelhas.

Continue Lendo Categoria: Você Sabia?

2304-2018

mel de abelha

Qual o sabor do mel de abelha? Talvez você ache essa pergunta meio óbvia e responda: “Ué, é doce!” Realmente, essa é a sua principal característica, ser açucarado. Mas e quanto ao gosto?

Muitas pessoas não percebem ou até mesmo nunca pararam para pensar sobre isso, mas há quem diga que dependendo do tipo do mel, pode haver uma variação. Curioso não? Será que é verdade? Continue nesse artigo e você irá descobrir!

 

Como o Mel de Abelha é Feito?

 

Como já sabemos, as abelhas operárias é que são as encarregadas de saírem para a coleta do néctar das flores, e então, elas armazenam essa substância em um reservatório, fora do seu estomago, que funciona como uma espécie de tanque para então transportá-lo até a colmeia, dentro dele cabem cerca de 70mg.
Quando as abelhas finalmente estão de tanque cheio, elas pegam a estrada com o caminho mais curto para a colmeia, e é durante esse trajeto que o néctar começa a se transformar em mel, graças às enzimas que essas pequenas trabalhadoras produzem em suas glândulas da boca.
De volta a colmeia elas transferem o néctar para as abelhas mais jovens que irão continuar o trabalho. Elas processam o néctar por aproximadamente 30 minutos após isso o espalham nos favos de mel, então a água evapora, se torna uma calda mais grossa e por fim se torna o Mel.
Para que o mel seque mais rápido, as abelhas usam suas asas para abaná-lo, e quando a substância está boa o suficiente, elas selam o favo com um tampão feito de cera.
O trabalho é doce, mas pesado! No entanto, o que muitos não sabem é que durante todo esse processo de fabricação, alguns fatores, podem interferir no gosto de mel, continue por aqui e saiba como isso acontece no próximo tópico.

 

Tem Sabor de Mel, Mas… De Qual?

 

Há um tempo atrás falamos aqui no blog sobre os diferentes tipos de mel de abelha, nesse post citamos o mel de laranjeira, mel silvestre e o mel eucalipto. Cada um possui características e gostos diferentes, e isso se deve por conta de algumas variações, mas quais são essas?
Tudo depende da espécie da abelha, do lugar onde o mel é produzido e do néctar extraído. O néctar é um combinado de açucares e 1% de minerais e são esses minerais que influenciam a composição química e consequentemente alteram os gostos e aromas.
O mel de laranjeira, por exemplo, é extraído de flores das laranjeiras e então é mais doce, o mel de eucalipto é mais escuro e com sabor intenso, por conta da grande quantidade de ferro, magnésio, cálcio e enxofre, já o mel silvestre, o mais popular no Brasil vem do néctar de diversas flores.
O local onde a colmeia se encontra também influencia no gosto, o Estadão publicou uma análise feita em 2015, que comprovou que a abelha faz mel com o gosto do lugar. Foram analisados o mel de abelha de Tanque Novo BA do produtor Delissandro Carneiro e o de Canarana BA do Thiago Alves. Apenas 400 km separam essas colmeias, e o resultado foi surpreendente.
O mel de Tanque Novo traz um gosto de azeitona fresca e dá uma sensação de picância, já o de Canarana é amadeirado com um leve sabor defumado.
Cada espécie de abelha pode produzir um tipo de mel com cor, consistência e cheiro diferentes. O fato é que mesmo dentro da mesma colmeia o gosto pode variar, ou seja, não haverá dois méis iguais.

 

Agora ao comprar o seu mel de abelha, poderá escolher conforme a sua necessidade e então fazer a escolha ideal para o seu caso. Não se esqueça de consumir com moderação afinal, estamos falando de um alimento rico em açúcar e também de optar por produto 100% natural e de qualidade, como o Mel Lambertucci.

Continue Lendo Categoria: Você Sabia?

904-2018

7-beneficios-do-mel-para-a-saude

São muitos os benefícios do mel  para a nossa saúde, nesse artigo você irá descobrir 7 maneiras de como esse alimento pode proteger tanto você como a sua família. Garanto que ao terminar de ler, você estará convencido de incluir esse poderoso alimento em sua rotina diária e garantir uma vida mais saudável.

Benefícios do Mel – Conheça Suas Propriedades

O mel possui muitas vitaminas e nutrientes que são essenciais para uma boa saúde, veja a seguir a lista de componentes, por cada porção de 21g, que equivale a mais ou menos uma colher de sopa.

Gorduras – 0g;

Calorias – 64 kcal;

Carboidratos – 17,3g;

Proteínas – 0,1g;

Vitaminas: C e as do complexo B, niacina, riboflavina, ácido fólico, ácido pantatênico e B6;

Minerais: Ferro, Potássio, Magnésio, Zinco, Cálcio, Selênio e Manganês.

As vitaminas do complexo B, por exemplo, possui um papel muito importante no organismo. Suas principais funções são:

Manter no corpo a energia retirada dos alimentos que comemos;

Regularizar o apetite;

Melhorar a visão;

Melhorar a pele, sistema nervoso, e a formação das células do sangue.

Já a vitamina C, ajuda no fortalecimento dos tendões, ossos e outros tecidos.

1 – Alívio da Tosse

Quem nunca ouviu que deveria tomar 1 colher de mel ao dizer que estava com gripe ou resfriado? Esse é um costume muito comum e antigo.

Essa crença não é simplesmente um mito, um dos benefícios do mel é o alívio da tosse, por conta da ação anti-inflamatória.

Estudos infantis já constataram que crianças de 1 a 5 anos de idade, quando resfriadas, ao receberem duas colheres de mel antes de ir para a cama, sofrem menos com crises de tosse.

A OMS – Organização Mundial da Saúde lista o mel como um alimento demulcente, o que isso quer dizer? Que ele alivia a irritação da boca e garganta por conta da formação de uma película protetora.

Algumas pesquisas chegam a afirmar que ele tem o mesmo poder eficaz do dextrometorfano, que é um principio ativo de muitos medicamentos voltados para a tosse.

2 – Combate Alergias

Por ter ação anti-inflamatória um dos benefícios do mel é diminuir os sintomas de alergias. Ele age como um remédio natural nesses casos.

Mas, talvez você esteja se perguntando, “Como isso é possível?” Vamos te explicar agora.

O mel possui uma pequena quantidade de pólen, que por sua vez produz anticorpos no sistema imunológico.

O que acontece é que conforme o tempo vai passando, o nosso corpo se acostuma cada vez mais ao pólen, e então, uma quantidade menor de histamina é liberada, que é um neurotransmissor produzido como resposta a algum tipo de inflamação. Toda essa ação resulta na diminuição dos sintomas de alergias.

3 – Poderoso Antioxidante

O excesso de radicais livres provocado por má alimentação, estresse, exposição ao sol e atividades físicas intensas podem envelhecer a pele,  causar dificuldade na recuperação pós-treino e doenças.

Está entre os benefícios do mel a ação antioxidante, que age minimizando todos os impactos negativos que os radicais livres causam as células.

Dependendo do tipo de mel, ele pode ser ainda mais rico em antioxidantes, chegando a concorrer com o espinafre e o alho.

Uma boa dica para usufruir desse benefício em especial, é que ele esteja em temperatura ambiente, porque o cozimento pode destruir algumas vitaminas.

 4 – Antibactericida 

Outro dos muitos benefícios do mel, é o efeito antibactericida. Desde muito tempo, civilizações antigas, como os egípcios, já usavam essa substância para curar, por conta do seu poder antimicrobiano.

Pesquisas feitas na Universidade de Sidney localizada na Austrália constataram que o mel diluído produz peróxido de hidrogênio, que nada mais é que um agente antibactericida.

Outras pesquisas realizadas também confirmam a ação do mel em relação as bactérias, algumas até chegaram afirmar que sua ação é mais potente do que os antibióticos químicos.

Por ter esse efeito, pode ser usado no tratamento de feridas e queimaduras. Ele atua na esterilização do ferimento acelerando a recuperação de todo o tecido.

5 – Fonte de Energia

O mel também atua como fonte de energia, devido aos seus carboidratos em forma de frutose e glucose. Esses são responsáveis por dar mais resistência e reduzir a fadiga.

Por conta desses benefícios do mel, muitos atletas recorrem a ele como uma fonte natural, rápida e saudável de energia.

O pós-treino também é uma boa hora para o consumo pois o corpo se encontra em estado anabólico, o que isso quer dizer? Nesse momento ele está mais receptivo a entrada dos nutrientes. Alguns optam por adicionar o mel ao whey ou outra proteína de rápida absorção.

Outra dica é incluir no pré-treino com banana e aveia. Vai te dar muita energia durante o treino!

6 – Memória 

Os oxidantes também atuam na prevenção do dano celular no cérebro, por essa razão, outro dentre os muitos beneficios do mel é melhorar a memória.

Para ter uma ideia a revista Menopause publicou um estudo em 2011, afirmando que mulheres na pós-menopausa consumiram diariamente uma colher de mel, e assim melhoraram a sua memória.

O estudo foi  realizado da seguinte forma, durante 4 meses, elas consumiram cerca de 20g todos os dias, e obtiveram resultados reais em um curto prazo, superior as que tomaram apenas hormônios.

Outro fator muito interessante é que para o nosso cérebro “funcionar”, ou seja, processar pensamentos e tomar decisões, ele precisa de cálcio. E adivinhem? O mel ajuda o corpo com isso também, a absorver cálcio e mineral.

7 – Melhora dos níveis de açúcar no sangue e colesterol.

Já foi comprovado em muitas pesquisas que o mel melhora os níveis de açúcar e insulina no sangue.

Pessoas que possuem intolerância a glucose, em especial aquelas com diabetes tipo 1, apresentaram uma significativa melhora ao optarem por consumirem o mel ao invés de sacarose.

Já foi comprovado em estudos científicos que o mel é o melhor adoçante, sendo o mais saudável. Inclusive, outro beneficio dele é ajudar a diminuir o colesterol.

Uma pesquisa mostrou que as pessoas que consumiram mel puro e orgânico diminuíram o LDL, colesterol ruim em até 11%.

Viu como você tem motivos de sobra para incluir esse delicioso e rico alimento em nossa rotina diária? Usufruir dos muitos benefícios do mel é viver de maneira mais saudável.

Lembrando que a Lambertucci trabalha com produto de qualidade e 100% natural, para garantir a satisfação e saúde de toda a sua família. E não deixe de continuar nos acompanhando no blog e nas redes sociais!

O Mel Lambertucci pode ser encontrado nas melhores lojas e supermercados do Brasil.

 

 

 

 

Continue Lendo Categoria: Você Sabia?

1903-2018

descubra-como-as-abelhas-usam-agua

Que a água é importante para todos os seres vivos, você já sabe. Afinal, quantas vezes você já ouviu em sua vida sobre a importância de economizar água? Inúmeras, não é mesmo?

E para as abelhas, obviamente, não seria diferente! Isso porque a água tem um grande papel na colmeia, olha só:

De acordo com o médico veterinário, Walter Miguel, da Cidade das Abelhas, em Florianópolis, as abelhas utilizam a água para manter a temperatura da colmeia em 36,5ºC “elas visitam fontes de água limpa e fazem a aspersão dentro da colmeia. O objetivo é manter o ambiente com 36,5ºC, aproximadamente” conforme ele explica nessa matéria do G1.

Ou seja, a água, além de ser fonte de vida, também é utilizada de forma inteligente pelas abelhas para manter a temperatura adequada dentro de sua colmeia.

Já para consumo, a abelha utiliza grandes quantidades, olha só: cientistas dizem que em média, uma colmeia pode usar até 5 litros de água POR SEMANA! É bastante coisa, não é mesmo?

Isso só confirma os fatos: a água é um bem para TODOS os seres vivos da Terra, inclusive as abelhas!

Por tanto, adote boas práticas e economize!

Continue Lendo Categoria: Você Sabia?

202-2018

sonhar-com-abelhas

Você está em uma estrada, totalmente nu e um enxame de abelhas está te seguindo. Ou você entrou em uma colmeia e teve um papo reto com a abelha rainha dizendo que irá roubar o posto dela. Não, calma! É só um sonho.

Todos os dias o ser humano sonha, porém, nem sempre se lembra de seus sonhos. E em meio a esse misterioso universo do sonho, há quem acredite que eles podem significar algo em sua vida. E se você é uma dessas pessoas, este artigo é para você descobrir o significado de sonhar com abelhas.

Mas não se preocupe: embora a abelha possa não te causar tanto afeto, nem sempre sonhar com abelhas significa algo ruim para sua vida.

Veja alguns significados:

- Sonhar com enxame

Se você sonha com enxame de abelhas, pode representar dois momentos para a sua vida: ou sua vida irá ficar muito movimentada e isso será notado e comentado, ou muitas novidades estão prestes a chegar a sua vida.

- Sonhar com ferroada de abelha

Dói né? Não só na vida real, mas em sonho também. Sonhar com uma abelha te ferroando pode indicar para você se preocupar com as pessoas a sua volta e sentimentos de inveja, pois alguém pode aprontar algo contra você.

Agora, se a vítima da ferroada não for você, é bom você prestar mais atenção naquilo que fala, pois em breve você pode acabar magoando alguém próximo.

- Sonhar com abelhas na colmeia

A colmeia da abelha é um dos lugares mais organizados e hierarquizados no mundo, por tanto, se você anda sonhando com colmeias de abelha talvez seja um sinal de que a sua vida precise de uma melhor organização.

 - Sonhar com perseguição por parte das abelhas

Se você sonha que as abelhas estão te perseguindo, isso pode indicar que alguém está te olhando, seja no seu trabalho ou estudo. Por isso, atenção nas atitudes.

- Sonhar com a abelha rainha

A rainha representa o símbolo do poder máximo dentro de uma colmeia. Por isso, sonhar com a abelha rainha pode significar grandes mudanças positivas para a sua vida.

- Sonhar com abelhas trabalhando na colmeia

As abelhas são verdadeiras trabalhadoras e sonhar com isso pode significar uma nova porta de oportunidades chegando ou até mesmo uma promoção.

- Sonhar com abelha no cabelo

Se a abelha estava presa em seu cabelo, talvez alguma dificuldade se apresente em sua vida – mas nada que paciência e calma para resolver e tudo irá passar!

- Sonhar com abelha morta

Calma! Ninguém irá morrer. Sonhar com abelha morta pode significar que você precisa mais atenção para dar novos passos em sua vida.

Caso era você matando a abelha, atente-se para constrangimentos e aja com maturidade.

Legal né? Embora acreditar em sonhos seja superstições para algumas pessoas, é interessante saber o que as abelhas podem nos querer dizer em sonhos.

E você, tem sonhado com abelhas e se deparou com alguma situação semelhante retratada aqui?

Continue Lendo Categoria: Você Sabia?

1901-2018

Diferenca-entre-abelha-e-vespa

Mas afinal, o que é isso que passou voando? Era uma abelha ou uma vespa? Dezenas, centenas, milhares já devem ter cruzado seu caminho e você nem se deu conta de quem se tratava. (E às vezes não vale a pena perguntar, vai que elas se irritem, né?)

Não se preocupe: é muito comum ocorrer essa confusão, afinal, elas são muito parecidas. Até parecem irmãs. E embora uma se assemelhe a outra, um exame de DNA certamente teria como resultado negativo.

Aliás, você sabia que embora esses insetos se pareçam muito uns com os outros, eles são de famílias totalmente diferentes? Pois é, as abelhas pertencem à família Apidae (cerca de 20 mil espécies diferentes), enquanto as Vespas, Vespidae (de 5 a 10 mil espécies diferentes). Curioso, né?

“Tá bom Lambertucci, legal. Mas como eu faço para diferenciar uma da outra?” Chega de papo furado e descubra a diferença entre a abelha e a vespa:

- As vespas são mais agressivas. Isso mesmo, elas invadem lugares públicos atrás de comida. Já as abelhas são mais amorosas e delicadas: elas gostam de flores.

- Detalhe na asa: as asas das vespas ficam apontadas para cima, enquanto as das abelhas na horizontal.

- Pelagem: as abelhas possuem corpos robustos e peludos. Enquanto as vespas possuem cintura mais fina e um corpo mais brilhante.

Legal né? Seguindo essas dicas temos certeza que você não irá mais confundir se aquilo que passou voando é uma abelha ou uma vespa.

Mas atenção: ambas injetam seus venenos através de ferrões, com uma diferença: é que o ferrão da abelha gruda na pele – por isso ele se solta do corpo da abelha e elas acabam morrendo como tratado em um post aqui no Blog da Lambertucci. Enquanto as vespas conseguem injetar o veneno na pele da pessoa, retirar o ferrão e ir embora. Por isso é importante tomar cuidado e não provocar nenhum dos insetos.

Continue Lendo Categoria: Você Sabia?

501-2018

Conheca-a-vida-e-a-funcao-do-zangao-em-uma-colmeia

Os únicos machos de uma colmeia, os zangões são os responsáveis pela fecundação da abelha rainha durante o voo nupcial, que os atraem pelo seu feromônio sexual.

Diferente das abelhas operárias, os zangões são maiores e mais fortes, porém não possuem órgãos para trabalho e nem ferrão – ou seja, se um dia você for ferrado por uma abelha, certamente não terá sido por um zangão.

Suas asas são maiores e sua musculatura para voo é bem mais desenvolvida, além de olhos compostos e antenas com maior capacidade olfativa. Tudo isso ajuda o zangão a ter maior orientação, percepção e rapidez para a localização de rainhas virgens.

Talvez agora você esteja se perguntando: mas como eles nascem?

O zangão nasce de ovos não fecundados, por um fenômeno natural conhecido como partenogênese (desenvolvimento de um ser vivo a partir de óvulo não fecundado), nascendo assim 24 dias após a postura do ovo e as larvas geradas a partir desse processo são criadas em alvéolos maiores que os alvéolos das larvas de operárias.

Este tipo de abelha atinge a maturidade sexual aos 12 dias de vida e vivem aproximadamente de 80 a 90 dias, dependendo única e exclusivamente das abelhas operárias para sobrevivência.

Os machos da colmeia morrem quando fazem a cópula com a rainha, ou quando são expulsos da colmeia devido à escassez de alimento.

Curiosidade: Em cada colmeia vivem aproximadamente 400 zangões.

Agora você conhece a única abelha responsável pela existência de outras abelhas. Legal, né?

Continue Lendo Categoria: Você Sabia?

3011-2017

como-as-abelhas-se-comunicam

Descubra como as Abelhas se Comunicam

As abelhas se comunicam através de toques, movimentos, sons e cheiros. Por exemplo, quando uma abelha quer informar às suas companheiras de colmeia sobre uma fonte rica em néctar ou pólen encontrada nas proximidades da colmeia, ela inicia uma dança circular.Esse tipo de dança indica que a fonte de alimento encontra-se próxima, a menos de 100 metros da colmeia, mas não indica qual direção a tomar. No entanto, o cheiro específico do pólen grudado no corpo da abelha que dançou para suas companheiras as informa sobre a planta visitada.Já quando a fonte de alimento encontra-se a mais de 100 metros de distância da colmeia, as abelhas utilizam-se de outro tipo de dança, a “dança do requebrado”. Isso mesmo, a abelha requebra para informar a direção e a distância entre a colmeia e a fonte de alimento.
A distância é ensinada pela abelha dançarina através do número de vibrações (requebrados) realizadas e pela intensidade do som emitido durante a dança.

Quanto menor a distância entre a colmeia e a fonte, maior o numero de vibrações. A direção é informada pela relação da posição da dançarina com a posição do sol.

Interessante né?

 

Continue Lendo Categoria: Você Sabia?

2809-2017

propolis-faz-bem-para-a-saude

Pesquisas já comprovaram que a Própolis produzida pelas abelhas ajuda o sistema imunológico humano e pode ir muito além disso.

A Própolis é um antsséptico incrível: fesde do Egito antigo, a Própolis é utilizada como antisséptico, no tratamento de feridas e inclusive na conservação dos corpos.
O famoso ritual de mumificação, aliás, guarda semelhanças com o que é praticado ainda hoje pelos enxames. “Se não é possível remover uma abelha morta de dentro da colmeia, as outras a embalsamam para preservar a saúde de todas”, revela o biólogo e imunologista José Maurício Sforcin, professor da Universidade Estadual Paulista (Unesp), em Botucatu, no interior de São Paulo.

A Própolis combate bactérias: se você já usou própolis alguma vez na vida (seja via spray, seja por gotinhas diluídas em água), é bem provável que tenha sido para aliviar alguma dor ou infecção na garganta. E tem fundamento. Estudos clássicos da década de 1990 mostraram que a substância combate bactérias responsáveis por doenças nas vias respiratórias. Até as bactérias do estômago saem perdendo.

Ótima contra a cárie: o poder antimicrobiano dessa resina brilha também contra a cárie dental. Em alguns trabalhos, ela inclusive superou estratégias convencionais para coibir a reincidência da bactéria. “A própolis controla o micro-organismo inibindo os chamados fatores de virulência, isto é, os polissacarídeos, que colam a placa bacteriana, e os ácidos, que desmineralizam o dente”, explica o farmacêutico Pedro Luiz Rosalen, professor da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Excelente para a pele: em estudo realizado com pessoas internadas na Unidade de Queimados do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, no interior paulista, um gel à base da resina se mostrou bastante proveitoso para a recuperação da pele.

Ação antioxidante: os compostos fenólicos presentes na resina, em especial os flavonoides, merecem destaque no papel de prevenção e combate a inflamações e infecções. Isso porque anulam radicais livres, moléculas que, em excesso, fragilizam o organismo.

Incrível né?!

Continue Lendo Categoria: Você Sabia?

1809-2017

extincao-das-abelhas

Algumas espécies de abelhas entraram em 2016 para a lista de espécies em extinção. Mas o que tem causado a extinção das abelhas?

As populações de abelhas têm sofrido particularmente na Europa e América do Norte, por um fenômeno conhecido como “desordem de colapso das colônias”, em que abelhas operárias desaparecem abruptamente das colmeias.

Além disso, há outras razões que explicam a redução da diversidade de abelhas, como perda de habitat natural, mudanças climáticas e más práticas agrícolas.

“Aqui (na Colômbia) usamos muito pesticida por receio de perder a colheita. Mas os agrotóxicos não distinguem se os insetos são nocivos ou não”, explica Rodulfo Ospina-Torres, pesquisador do laboratório de abelhas silvestres da Universidade Nacional de Bogotá.

Especialmente na América Latina, onde o setor de apicultura é menos desenvolvido do que nos Estados Unidos ou na Europa, as abelhas selvagens desempenham um papel crucial para assegurar boas colheitas.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/ambiente/2017/06/1891807-a-catastrofe-do-desaparecimento-das-abelhas-e-o-que-voce-pode-fazer.shtml

Continue Lendo Categoria: Você Sabia?